fevereiro 19, 2010

Meryl Streep, mais uma vez, rouba a cena em 'Julie & Julia'

Atriz impressiona em divertido papel


A primeira sequência do filme Julie & Julia guarda o que será o trunfo do filme. Anos 40, conhecemos Julia Child (Meryl Streep) , que chega em solo francês e revisa o vocabulário que deverá usar dali em diante, ainda mais na empreitada que irá se comprometer. Confusa e procurando algo novo à aprender, ela acaba se dando conta que o que mais gosta de fazer é comer. Daí, parte em busca de uma nova paixão, estuda e se torna umas das responsáveis a levar a popular culinária francesa aos Estados Unidos. Mas o caminho guarda grandes desafios. 


Ainda apresentando os personagens, só que anos depois precisamente em 2002, conhecemos Julie Powell, interpretada por Amy Adams. Ela acaba de se mudar para um apertado apartamento em cima de uma pizzaria no tumultuado Queens, em Nova Iorque. Possui um emprego tedioso e compartilha sua vida com amigas da qual ela nem sequer gosta. A moça é toda fofa e tem um marido carinhoso e atencioso. Porém, deseja mais, procura desafios e chega na 'moderna' ideia de fazer um blog. Logo encontra um tema e amadurece a ponto de seguir os passos de Julia e em um ano fazer todas as receitas de seu livro.


O roteiro do filme é criativo e engraçado. Desde a sua primeira aparição até a última, como Julia Child, Meryl dá um show de atuação. O tom de humor escandaloso, com vários tiques e trejeitos e sua obsessão por ser a melhor é algo que faz do filme interessante, gostoso de assistir. É quando aquele personagem se torna imortal na pele da atriz. Ninguém o poderá fazer melhor. É o Coringa em questão. Entretanto, sendo impossível superar as cenas de Streep, Amy Adams consegue o necessário para satisfazer o público, mas o problema está mesmo nas banalidades que a personagem enfrenta. Não acrescenta algo novo no que já vimos em mocinhas que correm atrás de realizações, e passam por crises no casamento, crises pessoais e até a fase a desmotivação.



O problema a ser questionado aqui é o final meio estranho que deram ao desfecho, mas pelo jeito foi o mais realista possível. E diferente do que eu esperava, e acredito, seria emocionante o encontro das duas já que possível - Julia morreu em 2004 - e que não ocorreu. Mas a opção do final sem clichê não atrapalha a trama que enche de água a boca da platéia que a cada prato feito se delicia com boas atuações e um roteiro original e eficiente para uma platéia que não se limita ao feminino e graças a Meryl, deve ser visto por todos.
 
Julie & Julia
Julie & Julia
EUA, 2009 - 123 min
Romance 
Direção: Nora Ephron 
Roteiro: Nora Ephron, Julie Powell (livro), Julia Child (livro) e Alex Prud'homme (livro) 
Elenco: Meryl Streep, Amy Adams, Stanley Tucci, Chris Messina, Linda Emond, Helen Carey, Jane Lynch, Joan Juliet Buck e Crystal Noelle
Trailer: 

Um comentário:

Atenção: Este blog contém conteúdo opinativo, por isso, não serão aceitos comentários depreciativos sobre a opinião do autor. Saiba debater com respeito. Portanto, comentários ofensivos serão apagados. Para saber quando seu comentário for respondido basta "Inscrever-se por e-mail" clicando no link abaixo.