fevereiro 07, 2010

'Aconteceu em Woodstock' e os bastidores de um evento clássico: a descoberta da adolescência

Dramédia dirigida por Ang Lee mostra o impacto causado pelo festival em um jovem


O festival de música Woodstock, reuniu ideais diferentes, atitude e muita filosofia baseada em liberdade e igualdade. Mas não é essa a premissa do filme Aconteceu em Woodstock (Taking Woodstock), segundo filme hollywoodiano de Ang Lee (O Segredo de Brokeback Montain, O Tigre e o Dragão). O filme gira em torno de um personagem e como ele foi envolvido nesse evento que mudou completamente sua perspectiva de vida.

Elliot Tiber (Demetri Martin) é um jovem que trabalha junto a família em um pequeno hotel na pacata cidade de White Lake, no interior de Nova York. Mas eles começam a viver uma crise financeira o que leva o jovem pôr em frente a ideia, reprovada pelos moradores da cidade vizinha, de levar o festival Woodstock para lá. Assim, mesmo com a cidade contra, o jovem consegue todo apoio financeiro para fazer o evento ocorrer. Com essa nova situação o filme ganha ritmo e os hippies cravam o espaço com as mais atitudes loucas. A parte engraçada do filme com a hospedagem dos hippies, mafiosos tentando tirar proveito e até mesmo o segurança vestido de mulher são um dos pontos altos do filme. Mas ao mesmo tempo é a transformação Elliot Tiber diante seus pais, diante a vida que se torna o foco da produção.

Questões como a descoberta da sexualidade, a necessidade de independência quanto aos pais e até mesmo as ambições que começam a florescer no jovem são tratadas simultaneamente ao período que o festival é erguido. O filme se assemelha bem de longe ao musical Across The Universe, que trata dessas questões com a mesma psicodelia ao temor da Guerra do Vietnã que acontecia. É aí que percebemos como os hippies eram extremistas, com seus ideais que só funcionavam regados a drogas. O falso sentimento de liberdade total que proclamavam não devia ser levado com totalidade. Funciona com mais eficiência para aquele jovem certinho e quadrado ou para o recém chegado da guerra cheio de complexos e traumas.

O diretor Ang Lee conseguiu mostrar bem essa transformação, com realidade e um elenco incrível que inclui a ótima Imelda Staunton - famosa por ser a malvada professora Dolores Umbridge em Harry Potter e a Ordem da Fênix - e  Emile Hirsch que fez papéis filosóficos e engajados como em Na Natureza SelvagemMilk - A voz da Igualdade. Recomendado para jovens em crises existenciais.
   
Aconteceu em Woodstock
Taking Woodstock
EUA, 2009 - 120 min
Drama / Comédia 
Direção: Ang Lee 
Roteiro: James Schamus, Elliot Tiber (livro), Tom Monte (livro) 
Elenco: Demetri Martin, Henry Goodman, Imelda Staunton, Emile Hirsch, Eugene Levy, Jonathan Groff, Mamie Gummer, Jeffrey Dean Morgan
Trailer:
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Este blog contém conteúdo opinativo, por isso, não serão aceitos comentários depreciativos sobre a opinião do autor. Saiba debater com respeito. Portanto, comentários ofensivos serão apagados. Para saber quando seu comentário for respondido basta "Inscrever-se por e-mail" clicando no link abaixo.