maio 02, 2010

'Homem de Ferro 2': exagero na medida certa

Sequência surpreende e é um dos melhores filmes de super heróis até aqui


Desde o lançamento de X-Men em meados do ano 2000, as adaptações de quadrinhos começaram a caminhada até ser tornarem como temática principal dos maiores blockbusters da década - inclusive conquistando indicações ao Oscar, como o caso de Batman. Depois de Homem-Aranha, especificamente os filmes de heróis são os que ganharam maiores investimentos. Os estúdios fecharam acordos com a Marvel e DC Comics e cada um ficou com uma fatia. Porém, algumas decepções, como os medianos Hulk, Demolidor e Super-Man Returns, obrigaram os próprios donos da Marvel e DC começarem efetivamente entrar na roda e se firmarem como produtoras. Daí, apareceram ótimas adaptações como O Incrível Hulk e Homem e Ferro e o novo Batman, os dois primeiros produzidos pela Marvel e o último pela DC e Warner. Dois anos depois, Robert Downey Jr. volta a vestir a armadura vermelha e se prepara para uma nova aventura.


Maior, dando destaque para os personagens e inserindo aos poucos outros universos Marvel, a produção dirigida por Jon Favreau, acerta em cheio na forma de entreter sem compromisso - abusando dos efeitos especiais -, mas sem deixar de lado a história. A lei do exagero hollywoodiano, de inserir nas sequências inúmeros novos personagens, vilões e o dobro de ação - fato que afundou X-Men 3 e Homem Aranha 3 -, até existe, mas tudo está em perfeita sintonia, muito bem estruturado e ausente de sobras que não são perceptíveis com o aumento da trama. Um dos motivos desse incremento de personagens para equilibrar bem as cenas de ação com diálogos, está no próximo passo que Homem de Ferro vai seguir.

O filme começa com flashs do filme anterior, em que Tony Stark (Downey Jr) revela ser o Homem de Ferro. A partir daí, como de praxe, o governo americano o considera uma ameaça se ele não ceder suas armas para a nação. Do outro lado, ele é a sensação pop do momento, sempre fazendo espetáculos e mostrando o que público quer mesmo ver: explosões para todo o lado. Arrogante, Stark dá, pelo menos, uma esperança de paz mundial. Enquanto isso, outros problemas começam a causar problemas para si mesmo. A roupa especial começa a intoxicá-lo. Porém, o que está a explodir mesmo um antigo inimigo do pai de Stark, Justin Hammer (Sam Rockwell), que surge e trama uma verdadeira guerra que ultrapassam as barreiras da concorrência entre empresas Stark e Hammer - fornecedores de armas para o governo. Isso é piorado quando Hammer se junta à Ivan Vanko (Mickey Rourke), que possui um passado obscuro ligado a família de Tony.

Durante o filme, outra questão começa a ganhar destaque: a união de vários heróis para montar o time dos Vingadores. É interessante e ousada a forma encontrada pelos roteiristas e o diretor de antecipar o que pode ocorrer ou até, o que já ocorreu, nas outras franquias. É citado o Capitão América, o filme do Incrível Hulk, e estão dizendo sobre o Thor depois dos créditos. Isso além do espaço dado ao Nick Fury (Samuel L. Jackson) e a Viúva Negra (Scarlett Johansson) em várias cenas juntos com Tony Stark. Outro aparecendo mais é o amigo James Rhodes (Don Cheadle) que ganha a armadura prateada.

Mas a peça chave do filme, não tem como deixar sem comentar. O ator Robert Downey Jr. incorpora com muito carisma, o narcisista - como ele mesmo aceita o rótulo -, e arrogante personagem. Sem dúvidas é a figura dele e suas fraquezas que conseguem manter o filme de alto nível. Pode-se dizer que é a mesma satisfação de ver Hugh Jackman como Wolverine. O que resta agora é aguardar os filmes dos próximos heróis citados e esperar novidades. Os fãs agradecem a Marvel por não esconder o jogo como diversos estúdios fazem. E desses, quando vão fazer continuações pecam no exagero e na falta de coerência das histórias. Aqui, o Homem de Ferro é puro entretenimento, mas seguindo um roteiro sólido, sem deixar de lado a psicologia dos personagens e ainda atiça o público para esperar mais do universo dos super heróis. É impossível não sair da sessão especulando e à procura dos próximos acontecimentos. Isso mostra que o universo do heróis caminha para um clímax que durará enquanto existir comprometimento com o público e não apenas no exagero vazio.

Homem de Ferro 2
Iron Man 2
EUA , 2010 - 124 min.
Ação

Direção: Jon Favreau
Roteiro: Justin Theroux
Elenco: Robert Downey Jr., Gwyneth Paltrow, Don Cheadle, Scarlett Johansson, Sam Rockwell, Mickey Rourke, Samuel L. Jackson, Clark Gregg, John Slattery, Garry Shandling, Paul Bettany, Leslie Bibb 

Trailer:



Um comentário:

  1. huahuauhua
    tow doida pra ver ele *-*
    vou evr se vejo essa semana *-*

    sobre o thor, já foi cofnirmado q é ele emsmo! *-*
    e já saiu foto dele! *-*

    ResponderExcluir

Atenção: Este blog contém conteúdo opinativo, por isso, não serão aceitos comentários depreciativos sobre a opinião do autor. Saiba debater com respeito. Portanto, comentários ofensivos serão apagados. Para saber quando seu comentário for respondido basta "Inscrever-se por e-mail" clicando no link abaixo.