julho 04, 2010

O drama da prostituição em 'Sonhos Roubados'

Filme trata o assunto livre de preconceitos na intenção de retratar a realidade

 
A prostituição é sempre um tema bem explorado no cinema e novelas. É difícil conseguir fugir de certos clichês e passar a realidade nua e crua que rodeia o assunto. Mais complicado ainda é dar aquele tom de realidade das comunidades mais pobres, onde a profissão é algo comum. Porém, o cinema brasileiro tem se aperfeiçoado nesse processo e agora consegue transmitir o drama real. Não é surpresa a qualidade reconhecida em Central do Brasil, Cidade de Deus e Linha de Passe.

Agora, a diretora de Cazuza - o tempo não para, Sandra Werneck, retorna com a temática drástica de uma injustiçada parcela da população brasileira, mesmo que a profissão seja uma "opção". Só que dessa vez, relaciona a vida de jovens adolescentes com a prostituição, que volta e meia é ligada com o tráfico e a violência doméstica. A obra é inspirada no livro As Meninas da Esquina – Diários dos Sonhos, Dores e Aventuras de Seis Adolescentes do Brasil, de Eliane Trindade. Sandra também foi responsável pelo documentário Meninas em que passou um tempo em uma comunidade de uma favela no Rio de Janeiro.

O filme retrata três amigas de infância que estudam no mesmo colégio e vivem dramas paralelos, mas passam pela mesma necessidade: conseguir dinheiro. Seja pra comprar a calça jeans dos sonhos ou simplesmente ajudar no orçamento familiar. As três encontram na prostituição o que consideram uma forma mais fácil e rápido para conseguir o que querem. A "líder", que "protege" as amigas, é Jéssica (Nanda Costa - segurando bem a trama), que ainda cuida do avô Horácio (Nelson Xavier) e de sua filha Britney. Daiane (Amanda Diniz) vive presa em uma relação não recíproca com o pai, Seu Germano (Ângelo Antônio). A outra amiga é Sabrina (Kika Farias), carente de uma estrutura familiar e de afeto, busca um futuro melhor, mas acaba se apaixonando por um traficante. Os que roubam a atenção no filme, sem comprometer, são os coadjuvantes. Em especial Daniel Dantas como o pedófilo Tio Peri, a Marieta Severo que vive a cabeleireira que acaba "adotando"  uma amizade com Daiane e MV Bill, no papel de um presidiário que mexe com os sentimentos de Jessica - aqui fica aberta para interpretações sobre o caráter dele.

É nessa vida sofrida que o filme caminha para as consequências da profissão que tanto traz lucros, mas ao mesmo tempo derruba e consome as meninas. É constante os motivos levantados pelo desespero em conseguir dinheiro. A parte material é colocada no mesmo plano que aquela que visa também o emocional. Os sonhos de garotas comuns como a realização de uma festa de 15 anos ou apenas parecer mais "gostosa"com uma roupa nova. Mas, o vender sexo se torna um hábito que nem elas mesmas reconhecem o que fazem. É um ciclo que passa de mãe para filha, assim como sabe-se do tráfico que alicia meninos até mais jovens que as protagonistas. O filme é imparcial, sem cair no moralismo ou numa crítica mais acentuada, afinal, nem precisa. As jovens são especiais e doces apesar do que passam - duronas quando necessário. Mal sabem que resolvem problemas bem diferentes de outras garotas em outra classe social. No entanto, elas não desistem, sofrem, mas com a força da amizade se levantam e continuam a dura caminhada... O importante é viver seja qual for a maneira, e fazer intensamente, só não pode perder o foco e deixar de sonhar.

Sonhos Roubados
Brasil , 2009 - 85
Drama
Direção: Sandra Werneck
Roteiro: Paulo Halm, Michelle Franz, Adriana Falcão, José Joffily, Mauricio Dias, Sandra Werneck
Elenco: Nanda Costa, Amanda Diniz, Kika Farias, Marieta Severo, Daniel Dantas, Nelson Xavier, Ângelo Antônio, Lorena da Silva, Guilherme Duarte, Silvio Guindane, Zezeh Barbosa, Mv Bill 

Trailer:


Um comentário:

  1. deve ser bem legal...vou ver depois,

    muito bom!

    http://luryanbrasil.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Atenção: Este blog contém conteúdo opinativo, por isso, não serão aceitos comentários depreciativos sobre a opinião do autor. Saiba debater com respeito. Portanto, comentários ofensivos serão apagados. Para saber quando seu comentário for respondido basta "Inscrever-se por e-mail" clicando no link abaixo.