fevereiro 01, 2012

Melhores de 2011 - Parte 3: MÚSICA

O que foi lançado e chamou atenção do blog no ano passado?


MÚSICA

É inegável dizer que o ano foi da cantora inglesa Adele, que além de grande sucesso entre a crítica viu seu álbum 21 ser o mais vendido em anos. Tal fenômeno relembra que anos antes Amy Winehouse conquistava o mesmo prestígio, mas teve sua vida interrompida no ano que se passou.

Melhores Álbuns de 2011:

10.Kelly Clarskon "Stronger"

Nem de longe é o melhor trabalho da cantora, mas este álbum se destaca por mostrar que ela ainda tem fôlego pra levar uma carreira mais longe. Destaque: What Doesn't Kill You (Stronger).

9. Arctic Monkeys "Suck It And See"

O grupo britânico já foi apontado como a melhor banda do mundo, mas hoje em dia faz o que quiser e ponto. Sem pretensões eles continuam fazendo rock, alternativo e, claro, música boa! Destaque: The Hellcat Spangled Shalalala.

8. Cold War Kids "Mine Is Yours"

O Cold War Kids foi uma descoberta boa neste ano, apesar deste trabalho não ser essencialmente o melhor. Porém, ainda tem boas canções que salvam e fazem o trabalho ser mais relevante no ano. Destaque: Louder Than Ever.



7. Forfun "Alegria Compartilhada"

O grupo carioca pegam tudo que curtem e jogam no liquidificador, o resultado da mistura é um álbum pra cima, com samba, rock, reggae e pop. Vale a pena! Destaque: Alegria Compartilhada.


6. Sum 41 "Screaming Bloody Murder"

Deryck Whibley cancelou o show no Brasil e o resto da turnê mundial por problemas médicos, mas o álbum teve um impulso tão forte que conquistou uma indicação no Grammy. Maduros e cada vez melhores, é uma das poucas bandas que fazem um bom som depois do boom do hard core em meados a década passada. Destaque: Blood In My Eyes.

5. The Cab "Symphony Soldier" 

Alex DeLeon e sua trupe mesclam um bom pop com um rock sinfônico e meloso. O resultado não é tão bom quanto o primeiro trabalho, mas segue com uma qualidade inquestionável. Destaque: Angel With A Shotgun.


4. Melanie C "The Sea"

Este é o quinto álbum solo da ex-Spice girl - a única que mostrou ter talento no grupo. Pop rock como Kelly Clarkson e Katy Perry, esse trabalho não podia ser mais adequado para o que toca nas rádios hoje em dia. Um álbum cheio de hits e hinos, mas que infelizmente poucos escutaram. Destaque: Rock Me.





3. Avril Lavigne "Goodbye Lullaby"

A canadense fez o seu trabalho mais cru e acústico desde que surgiu em cena em 2002. Um álbum autoral, mas que não combina com o que é popular hoje em dia. Mas quem se importa? A gravadora, claro. Destaque: Stop Standing There.

2. Kasabian "Velociraptor!"

O grupo foi um dos poucos que conquistaram as charts representando o bom rock inglês. Mas isso não significa também que o grupo se superou. Apesar de boas canções, o indie rock do Kasabian já acertou mais, porém num ano fraco, eles se sobressaem. Destaque: Days are Forgotten.




1. Adele "21"

Unanimidade de nove entre dez pessoas, Adele é significado de sofisticação no empobrecimento da atual fase da industria fonográfica. A cantora representa um contraste singelo e honesto contra estrelas pré fabricadas, extravagantes, sensuais e com pouco talento. Mas além disso, Adele canta o que todos querem ouvir. Num momento tão turbulento como foi 2011, não é de se estranhar que a trilha sonora foi o álbum da cantora, melancólico e cinzento - o que, claro, reflete em canções memoráveis. Destaque: Set Fire to the Rain.