novembro 03, 2010

'The Walking Dead': zumbis chegam, finalmente, à TV

Série sensação é do mesmo canal de Mad Men e Breaking Bad


 Estreou dois dias depois do lançamento nos Estados Unidos, no Canal Fox do Brasil - e também pelo mundo - a série de terror The Walking Dead. Baseada na série de HQs, o novo seriado da americana AMC que tem conquistado cada vez mais prestígio com séries respeitadas pela crítica como a excelente Mad Men (da qual, devo um comentário por aqui) e Breaking Bad, é uma das estreias mais esperadas da temporada. O hype do canal, assim como ocorre a cada produção da HBO (vide Boardwalk Empire), já seria suficiente para se prestar atenção e, quando, unindo a temática praticamente ausente na televisão, o novo seriado tem um piloto que mesmo mergulhado na mesmice do gênero, apresenta uma produção muito bem cuidada e atraente.

Na trama, o policial Rick Grimes (Andrew Lincoln), depois de ferido em uma operação, acorda no hospital e se depara com o hospital vazio, destruído e com cadáveres espalhados. Quando chega em casa, abandonada, encontra um homem com o filho que logo explicam o que ocorreu e os explica um pouco sobre o novo mundo. É então que Rick parte em busca da esposa, mas acaba numa Atlanta apocalíptica e cheia de zumbis famintos. Ir conhecendo o fim do mundo com o protagonista é basicamente o que foi mostrado no episódio piloto, além de uma rápida cena com alguns sobreviventes, entre eles a Sarah Wayne Callies, a Sara Tancredi da finada, Prison Break.


Os efeitos especiais são a tração à parte nesse piloto. Desde as cenas da cidade abandonada, até a caracterização dos zumbis - alguns rastejando no chão com apenas a metade do corpo é de arrepiar. O ótimo trabalho é mérito de Greg Nicotero, que trabalha sempre com os sanguinários diretores Quentin Tarantino e George Romero, além de ter ajudado em produções como Piranha, Premonição, o remake do Massacre da Serra Elétrica, entre outros. A direção é de Frank Darabont, que fez os regulares O Nevoeiro e À Espera De Um Milagre.

The Walking Dead pode ter chamada atenção por esse bom piloto e cheio de ação, mas se espera que o seriado use a temática zumbi apenas como plano de fundo posteriormente, dando prioridade aos personagens, como na maioria das séries dos canais na tv a cabo. Basta ver como True Blood tem episódios, na qual, o forte mesmo é o roteiro e menos os efeitos. Se comparar com algum filme, o seriado parece se aproximar mais do sensível e poético Extermínio do que algum Resident Evil. Prova que isso pode mesmo se concretizar é que os quadrinhos apresentam volumes sem nenhum sinal dos mortos-vivos. É aguardar os seguintes cinco episódios da primeira temporada para saber.

The Walking Dead é exibida pelo Canal Fox, nas terças feiras, às 22 horas.


Veja o trailer:



P.s.: Infelizmente a FOX não tem o respeito com o telespectador e assinante da tv a cabo. Parece uma certa preguiça de exibir o seriado como ele foi realmente feito para ir ao ar. Cortar 12 minutos é uma tremenda falta de senso. HBO oi?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Este blog contém conteúdo opinativo, por isso, não serão aceitos comentários depreciativos sobre a opinião do autor. Saiba debater com respeito. Portanto, comentários ofensivos serão apagados. Para saber quando seu comentário for respondido basta "Inscrever-se por e-mail" clicando no link abaixo.