janeiro 01, 2010

PROJECT MONKEYS E OS MELHORES DE 2009!

O ano começa com um pequeno grande post sobre o que o blogger mais gostou em 2009

Primeiro, deixo bem claro que a opinião é pessoal, e levando consideração muitos posts que o blog teve nesse ano que passou. Ou seja, a análise dos lançamentos durante o ano. Foram 232 posts durante o ano contra 64 posts de 2008. Em 2010 o blog completa dois anos no ar! E o processo em expandi-lo continua firme e forte e trabalhando com as possibilidades.

No ínicio de 2009, como de praxe no cinema foram lançadas várias produções premiadas, ou apenas indicadas, ao Oscar chegando às telas. Em meio à alguns blockbusters que nesse ano foram vários. Nesse ano, alguns nos encheram de orgulho como o grandioso AVATAR, que sem dúvidas acrescentou em muito à maneira de fazer cinema e de se ver cinema. Por outro lado, Transformers 2 e cia, mostrou que algumas pessoas continuam tratando o público como mero idiota, apostando em explosões e sensualidade em um roteiro vergonhoso e quem nem crianças aceitam mais. O cinema pode não ter a obrigação de fazer questionamentos ou mostrar realidades, mas deveria abraçar uma responsabilidade social, diante a degradação do planeta Terra e até mesmo com a própria sociedade. Por que não utilizar um veículo de massa para pelo menos alertar? Transformers 2 é um filme de ficção científica, que tem elementos muito parecidos com AVATAR, mas é muito inferior e decepcionante.

Top 15 dos melhores filmes de 2009:

15 - Watchmen - O Filme (Resenha Aqui)
Esse dividiu a crítica e o público. Não foi um grande sucesso, mas também nunca assumiu a responsabilidade de ser. A adaptação das HQs é mais cult, violenta e inteligente que as demais produções que pipocam pelo cinema desse gênero. Dr. Manhattan vale todo o filme.

14 - Divã
O cinema nacional enfim emplaca uma boa comédia com pitadas de drama. Lilia Cabral dá um show em um filme que fala sobre o ser humano, seus erros, paixões e drama.

13 - Milk - A voz da Igualdade (Resenha Aqui)
Filmes sobre personagens históricos, mas não conhecidos do grande público, são sempre uma boa coisa para se ver no cinema. A cinebiografia de Harvey Milk é brilhante e Sean Penn mais ainda.


12 - Up - Altas Aventuras
(Resenha Aqui)
Sucesso absoluto de crítica e público, o novo filme da Pixar mostrou que o estúdio se supera a cada lançamento. Sensível, divertido e tocante. Poderia uma animação superar um filme convencional? Sim, e esta é a prova.

11 - Coraline e o Mundo Secreto (Resenha Aqui)
Importante animação em stop-motion mostra que qualidade não tem nada a ver com computação gráfica apenas, criatividade é o mais importante.

10 - O Casamento de Rachel (Resenha Aqui)
Difícil de captar logo de primeira, mas o filme vai deixando claro suas intenções e mudando a forma em que filmes sobre viciados em drogas são mostrados nas telonas. Anne Hathaway está próxima ao seu auge.


9 - Tempos de Paz (Resenha Aqui)
Esqueça explosões e mortes dos conflitos da 2ª Guerra Mundial, nesse você se emociona com os diálogos e um intenso monólogo de Dan Stulbach.

8 - O Lutador (Resenha Aqui)
Mickey Rourke em um papel que descreve a sua vida, mas foge dos clichês de filmes sobre superação. Aqui, o ser humano é mesmo humano e sempre à procura da redenção.

7 - À Deriva (Resenha Aqui)
Produção nacional impecável, com atuações naturais e de primeira, mostrando uma família contemporânea, com seus sentimentos à prova de tudo e sob o olhar de uma adolescente em momento de descobertas.


6 - Anticristo (Resenha Aqui)
Polêmico, absurdo e chocante. Difícil até mesmo de dizer seu gênero, ainda mais listá-lo. Lars von Trier conseguiu fazer o que muitos não estavam conseguindo à anos: provocar.


5 - A Troca
(Resenha Aqui)
Clint Eastwood como diretor está sendo uma virtude para o cinema americano. Os filmes são bons, mesmo tratando de histórias complexas. Esse é bem produzido e com uma estética convincente ao retratar uma realidade sombria e triste com foco nos dois lados da mesma moeda.

4 - O Contador de Histórias (Resenha Aqui)
Emocionante e dando um belíssimo exemplo do elemento que falta para salvar nossas crianças do tráfico e da desesperança: a boa vontade. O fato de ser baseado em fatos reais e contado quase em forma de fábula, apenas acrescenta mais às lágrimas impossíveis de se conter ao final da exibição.


3 - Quem quer ser um milionário? (Resenha Aqui)
Os méritos vão para Danny Boyle que mais uma vez se mostrou excelente. O filme que tem um roteiro que relata a realidade da Índia, em meio ao amor de dois jovens e um programa de perguntas e respostas. O clímax é um dos melhores em muitos tempos.


2 - AVATAR
(Resenha Aqui)
Já elogiei muito o filme aqui no blog, e sem dúvidas é a melhor aventura do ano, e talvez umas das melhores da década. O filme tem todos os elementos que possam agradar ao público com uma história que muito se reflete à realidade mundial. Provocativo em alguns diálogos, ele é pertinente e foi lançado no momento mais apropriado. Que venham continuações!

1 - Foi Apenas Um Sonho (Resenha Aqui)
O diretor Sam Mendes já mostrou que sabe muito bem falar sobre a vida das famílias na sociedade das aparências em Beleza Americana. Aqui ele mais uma vez foca o assunto, mas dessa vez com um casal de jovens (Kate Winslet e Leonardo di Caprio) que acabam de se mudarem para o subúrbio. Brigam o tempo todo e buscam a felicidade da quais todos dizem que existe. Foi Apenas um sonho é um filme sobre o ser humano. Sobre a vida e acima de tudo, sobre sonhos não alcançados.


O trailer é esse, para quem não viu ainda:





As decepções ficam por conta de alguns grandes filmes, da qual alguns que pareciam bons no trailer e na história, porém morreram na praia. Outros vou colocar nessa lista, mas não significam que são ruins.

O menino do Pijama Listrado*** - O fato de ser falado em inglês atrapalha a compreensão do filme. (Leia a crítica aqui)

X-Men Origins: Wolverine
** - Pequeno, corrido, poderia ter ficado melhor. Apenas serviu para dar mais saudades de X-Men. (Leia a crítica aqui)

Anjos e Demônios***
- O diretor dessa vez fez tudo ao contrário de O Código da Vinci e foi para outro extremo. Faltou equilíbrio. (Leia a crítica aqui)

O Exterminador do Futuro: A Salvação****
- Infelizmente o resultado nas bilheterias ficou abaixo do esperado. O filme é ótimo e agora resta esperar pelo resto da trilogia. (Leia a crítica aqui)

Jean Charles**
- A história do brasileiro que morreu em Londres foi transposta para o cinema e nada mostrou quem realmente foi Jean Charles. Aqui ele foi traduzido como um malandro qualquer. (Leia a crítica aqui)

Velozes e furiosos 4**** - Depois da fraca terceira parte da franquia, essa sequência resgatou o melhor da série: seus personagens. (Leia a crítica aqui)

Transformers: A Vingança dos Derrotados** - Enjoativo, sem nada novo à mostrar e com os personagens excessivamente caricatos. Roteiro exagerado e beirando à imbecialidade. Sofreu o mesmo problema das terceiras partes de Homem Aranha, X- Men e Piratas do Caribe - só que em proporções infinitivamente piores. (Leia a crítica aqui)

Harry Potter e o Enigma do Príncipe*** - Arrastado e pouco ousado em relação à adaptação do livro. Aliás, toda franquia até agora não conseguiu captar completamente à essência das obras literárias. E se limitou a ser apenas um filme para fãs dos livros. (Leia a crítica aqui)

Tá Chovendo Hambúrguer***** - Existe vida além da Pixar. Divertido, criativo e com mensagem básica no final. Parece fácil fazer filme assim, mas não é. (Leia a crítica aqui)

2012*** - Faltou se aprofundar na mitologia dos Maias e sobrou clichês. Mas o filme é até bom se for entendido como sarcástico. (Leia a crítica aqui)

Lua Nova** - O marketing do Jacob surtiu efeito e ele está bem próximo a virar o jogo - pelo menos no quesito popularidade. Pouca coisa mudou em relação Crepúsculo, nem mesmo com um diretor melhor, o filme se sobressai. Atuações melodramáticas, falas entediantes e a protagonista insuportável. (Leia a crítica aqui)

O ano de 2010 promete ainda mais grandiosas produções. Mais uma aventura do Homem de Ferro, Harry Potter ou a aguardada versão de Alice no País das Maravilhas de Tim Burton. Vamos aguardar!


Os destaques da Música em 2009


Na música é tudo mais difícil de comentar. Todo dia vou descobrindo bandas novas e sempre mudando a opinião. Por isso procuro fazer uma lista pessoal, da qual atualizo semanalmente com os principais singles do momento. É o Project Singles, que você consegue visualizar na coluna ai do lado direito. Nesse ano o escocês Paolo Nutini foi o recordista de vezes no primeiro lugar (7) com o single Candy. Preparei uma listinha dos melhores álbuns e ela exclui muitos nomes que realmente estão abalando o mundo pop. Eu acredito que música é mais questão de gosto do que cinema, da qual a linguagem abrange mais público - até mesmo o cinema cult.

O ano em que o newrave inspirou todos os gêneros populares como o R&B, o hip hop, o pop e até mesmo o rock. Não faltaram batidas eletrônicas e sensualidade. Em 2006 o álbum FutureSex/LoveSounds do cantor Justin Timberlake, produzido pelo Timbaland, ditou na indústria da música uma nova era. Mesmo com bandas mais alternativas já fazendo o som, nada chegou tão perto do sucesso que esse álbum se tornou e influenciou a música no geral. Então o sucesso da Lady GaGa, mesmo com músicas boas, percebe-se que não soa tão inovador assim. Os visuais excêntricos é que ajudam no marketing da cantora. Mas o que ela faz parecer tão novo como nunca - seja a estética e o exagero - fica apenas mais interessante na hora de se ver.


Top 20 dos melhores álbuns de 2009:

20 - Cobra Starship "Hot Mess": É powerpop, é rock, é energético. Tudo o que foi 2009 no campo da música de sucesso. Escute: Good Girls Go Bad parceria com Leighton Meester

19 - Flyleaf "Momento Mori": Depois de um excelente álbum de estreia, é meio difícil superar com o segundo trabalho. Mas nada faça de Momento Morium álbum ruim. Escute: Again

18 - Three Days Grace "Life Starts Now": O terceiro álbum da carreira e também o mais pesado. Faltou apenas uma divulgação melhor e mostrar mais o potencial do som. Escute: Break

17 - Natalie Imbruglia "Come to Life": Mesmo com lançamento cancelado para Fevereiro, o trabalho vazou na Internet e mostrou uma Natalie em meio às tendências. Cresceu e está em forma. Escute: Want

16 - Dead by Sunrise "Out Of Ashes": Complicado entender o que o vocalista do Linkin Park quis em seu projeto paralelo. O som não é muito diferente e apenas mais influenciado pelo Muse. Escute: Let Down

15 - Green Day "21st Century Breakdown": American Idiot foi um fenômeno e mudou os rumos da carreira do Green Day. Esse último álbum também conceitual foi um relativo fracasso de vendas, mas é tão bom quanto o outro. Foi apenas incompreendido. Escute: ¿Viva La Gloria?

14 - Biffy Clyro "Only Revolutions": É o rock sem frescuras. Guitarra, baixo, bateria, voz e atitude. Ah! E uma bela sinfonia atrás. (o.O) Escute: The Captain

13 - Arctic Monkeys "Humbug": A evolução do grupo musical considerado um dos melhores da atualidade assustou a todos, mas mostrou um lado pesado, diferente e bom. Escute: Crying Lightning

12 - Chris Cornell "Scream": Esse é polêmico. A união mais bizarra do ano resultou em um fracasso de crítica e de vendas. Timbaland produziu o álbum e fez um bom trabalho, mas quem diria que a voz de Chris Cornell poderia deixar o álbum esquisito? No fim, culpa é de ninguém. (Resenha Aqui) Escute: Scream

11 - Paramore "Brand New Eyes": Não que supere Riot, mas tem a mesma fórmula e não se vendeu completamente à indústria. Hayley é uma revelação. Escute: Ignorance

10 - Madina Lake "Attics To Eden": Difícil de rotular, mas um rock tão puro e bem feito. O estilo deles é diferente e energético. Escute: Never Take Us Alive

9 - Alicia Keys "The Element Of Freedom": Não é o melhor trabalho da Alicia, mas sem dúvidas deve-se destacar que a cantora é grandiosa e talentosa. Escute: Try Sleeping With A Broken Heart

8 - Kelly Clarkson "All I Ever Wanted": Não existe mais relação de seu nome com o reality show American Idol. Kelly tem uma das melhores vozes femininas da década e provou ser uma cantora completa. O álbum é moderno, pop e sempre com seu toque. (Resenha Aqui) Escute: If I Can't Have You

7 - Daniel Merriweather "Love and War": Uma das vozes mais poderosas do ano. O som urbano do cantor é apara aqueles que curtam música boa. Tem produção de Mark Ronson, que dispensa comentários. Escute: Red e Water and a Flame (Feat. Adele)

6 - The Big Pink "A Brief History Of Love": Influenciados pelo The Verve, o álbum de estreia tem melodias fortes e uma sonoridade obscura e de qualidade. Escute: Dominos

5 - 30 Seconds To Mars "This is War": O bom gosto de se tentar algo diferente já merece mérito para a banda de Jared Leto. Tudo se encaixa perfeitamente na união do eletrônico e o rock pesado. Escute: Hurricane (feat. Kanye West)

4 - Muse "The Resistance": Os caras fizeram um álbum inspirado na magnífica obra 1984 de George Orwell e ainda incluíram uma sinfonia - linda - divida em 3 partes. Impossível ser ruim. Escute: United States of Eurasia

3 - Lily Allen "It's Not Me, It's You": Ela não tem uma grande voz, mas tem uma língua afiada. O CD é pop, com sonoridade eletrônica em algumas músicas e outras mais doces. Letras políticas e sua liberdade de expressão a todo vapor. A transição para a vida adulta é mesmo instável. (Resenha Aqui) Escute: Back To The Start


2 - Kasabian "West Ryder Pauper Lunatic Asylum": Outra banda mudando de rota e experimentando. Esse álbum soa mais como uma homenagem ao rock de todas as épocas. E essa homenagem não poderia ter sido por uma banda melhor. (Resenha Aqui) Escute: Underdog


1 - Paolo Nutini "Sunny Side Up": O cantor foi contra tudo isso que está fazendo sucesso, e lançou um álbum pra ficar longe do playlist das boates. Soando folk, country e resgatando um som mais antigo, Paolo com apenas 23 anos lançou esse álbum e provou que veio pra ficar. Infelizmente não foi bem sucedido na América como o álbum de estreia, mas sem dúvidas é um excelente trabalho que está mais de 20 semanas nas paradas britânicas. (Resenha Aqui) Escute: Candy, Coming Up Easy e Pencil Full of Lead

Confira o clipe da mpusica Candy do Paolo Nutini:



Esse ano de 2010 tem Amy Winehouse! Mal posso esperar. Junto com ela tem trabalhos que merecem ficarmos ansisos pelo resultado e o Project Monkeys vai procurar cobrir todos os lançamentos. Christina Aguilera, Avril Lavigne, Gabriella Cilmi, My Chemical Romance, Evanescence, HADOUKEN!, Maroon 5 e muitos outros.


E esse pequeno grande post especial também serve para desejar à todos os leitores do Project Monkeys um ótimo 2010 com muito sucesso, música e cinema pra todo mundo! E principalmente desejo à todos muita PAZ.

2 comentários:

  1. ADOREEEEEEEEEEEEI! huahuahuuahuha

    muito booom!

    ivaaaaaaaaaan, feliz 2010! tudo de bom para vc e seu blog e sua carreira! =)

    ResponderExcluir
  2. Oii,eu tava andando por ai na net,estava procurando por Kings of leon e talz... ai eu achei o teu blog,olha eu amei o teu blog... eu já estou seguindo o seu blog aew ! ah..eu também tenho entra no meu aew http://xxx-pink-xxx.blogspot.com/

    Então..thau !

    ResponderExcluir

Atenção: Este blog contém conteúdo opinativo, por isso, não serão aceitos comentários depreciativos sobre a opinião do autor. Saiba debater com respeito. Portanto, comentários ofensivos serão apagados. Para saber quando seu comentário for respondido basta "Inscrever-se por e-mail" clicando no link abaixo.